30/08/2016

Não é ser contra, é ser observador


   É muito bonito defender uma ideia que se oponha ao racismo e à discriminação. Mas é preciso estar atento para não falar mal do seu vizinho antes de conhecê-lo enquanto defende que é preciso acabar com o preconceito.
   É comum ver as pessoas reclamando de outras pessoas por diversas características, mas é muito complicado perceber que essas mesmas pessoas que são completamente contra outra pessoa por determinada característica criar campanhas contra preconceitos.

   Confuso né? Mas é o que acontece debaixo do nosso nariz. As pessoas costumam ser rígidas com o próprio vizinho por detalhes pequenos que não definem uma vida inteira da pessoa e essas mesmas pessoas fazem palestras e reuniões super convincentes para que não haja exclusão social.
   Cuidado para não estar agindo dessa forma. Comece a ver o seu vizinho a partir das atitudes dele e esqueça o que outras pessoas falaram sobre ele. Dê a ele uma chance de diálogo.
   




2 comentários:

  1. O nome disso é hipocrisia. Pregar o que não se vive.

    http://simplesmentebaboseiras.blogspot.com/

    ResponderExcluir